Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Toyoteiro de Brejo da Madre de Deus encontra-se desaparecido no Estado do Pará



O motorista no pátio da firma

Na segunda-feira dia 11 de dezembro Lau, Quiel, dois motoristas que são do sítio Cavalo Ruço (Brejo da Madre de Deus-PE) e outro motorista de Caruaru-PE, saíram dos alojamentos e foram até a sede da empresa Tabocas Engenharia, que fica em Curionópolis, para receber o salário. Os quatro motoristas receberam normalmente, conseguiram sacar e até mesmo transferir dinheiro para a família, mas o pagamento de Quiél não tinha sido feito e nem o cartão dele tinha chegado ainda. Quiel retornou ao canteiro central da Tabocas em Curianópolis para resolver o problema, sendo que o setor de Recursos Humanos (RH) teria dito ao mesmo que até as 17h, ou no mais tardar no outro dia as 9h, o dinheiro seria depositado.


Quiel no pátio da firma que estava trabalhando

A família do senhor Macaxeira e dona Toinha está angustiada e desesperada a procura de informações que possam levar ao paradeiro do seu filho Ezequiel da Silva Andrade, mais conhecido por Quiel.

Quiel trabalha como motorista em uma empresa que está construindo uma linha de transmissão de energia na cidade de Curionópolis, no estado do Pará, e segundo informações repassadas ao Blog Estação Notícias, o mesmo deixou a Toyota que estava dirigindo no pátio da firma, inclusive com os documentos, e teria saído para beber com alguns amigos. O problema é que, segundo familiares, Quiel estava sem beber fazia algum tempo e teria retornado a ingerir bebida alcoólica recentemente, o que pode o ter deixado desorientado.
Veículos estacionados no pátio da firma em Curionópolis

Lau de Macaxeira, irmão de Quiel, também está trabalhando em uma firma no Pará, em uma cidade próxima a que seu irmão estava e com ajuda de alguns amigos e outros brejenses, está à procura do seu irmão.

Aqui em Brejo da Madre de Deus a família está aflita em busca de informações, mas a telefonia móvel na região em que os motoristas estão é precária, e em muitas cidades não tem sinal da operadora que o mesmo utiliza o que tem dificultado as buscas.

A família está na expectativa de que ainda hoje Lau encontre seu irmão.

Quem tiver alguma informação que possa levar ao paradeiro de Quiel, por favor entre em contato com os seguintes números: 94 9.9966-8726 (contato do Pará) e 81 9.9667-2593 (Contato de Pernambuco).

Do Estação Notícias

Vídeo mostra Quiel tentando entrar em um caminhão para dormir. Brejense continua desaparecido no Pará

Quiel totalmente embriagado tentando entrar em um caminhão para dormir. 
A princípio surgiu a informação de que o mesmo teria pegado uma carona para Tocantins, fato que não ocorreu.

Ainda está desaparecido o brejense Ezequiel da Silva Andrade, mais conhecido por Quiel, filho do senhor Macaxeira e dona Toinha. O sumiço de Quiel chega há 15 dias e está tirando o sono e deixando aflitos os familiares que aguardam diariamente uma boa notícia, para passar o final de ano em paz.

Lau de Macaxeira é irmão de Quiel e também está na cidade de Curionópolis, no estado do Pará, trabalhando como motorista na mesma firma em que seu irmão. Em conversa com o jornalista Atahanderson Mesquita do Blog Estação Notícias, Lau contou com exclusividade como aconteceu o sumiço do seu irmão e como estão as buscas.

Entenda



Lau está procurando seu irmão incansavelmente

Como eram cinco motoristas e se faltassem ao trabalho ficariam cinco equipes sem sair para o campo, os motoristas combinaram que retornariam para o trabalho e Quiel ficaria para resolver a questão do pagamento.

As informações dão conta de que Quiel recebeu o dinheiro, comprou um aparelho celular e um cartão de memória, e depois disso, desde o dia 14 de dezembro, não foi mais visto em lugar algum.

Um vídeo mostra Quiel totalmente embriagado tentando subir em um caminhão. Segundo seu irmão, o caminhão estava com defeito e a intenção de Quiel seria dormir dentro da cabine, já que estava alcoolizado e não quis ir para o hotel.

“Após o sumiço do meu irmão eu sai com alguns amigos para tentar encontra-lo. Procurei em hospitais, em cadeias, nas delegacias, espalhei cartazes, fui a todos os lugares imagináveis. A gente ficou sem saber o que fazer”, disse Lau.

“Algumas pessoas chegaram a afirmar que ele tinha pegado uma carona em um caminhão e teria ido para Tocantins, mas não é verdade. Este caminhão estava quebrado e ele queria entrar na cabine para dormir, já que estava bêbado e pelo visto não queria incomodar no hotel”, contou Lau que também fez duras críticas a empresa, que segundo ele, não está nem ai para o desaparecimento do seu irmão.


“O que também me deixa revoltado é que a empresa não se meche pra nada e ele ainda é funcionário da Tabocas Engenharia. Estou com contrato de trabalho, carteira de trabalho dele, achei as roupas dele e alguns documentos e eu não vejo a empresa se movimentar em nada, pelo contrário, eles estão querendo dar por abandono de serviço, mas não é abandono de serviço, pois ele está sumido. Eles estão querendo se livrar do problema”, desabafou.

Na região em que Quiel desapareceu vários motoristas estão ajudando nas buscas e compartilhando informações. Quem souber de alguma notícia que possa levar ao paradeiro de Quiel, por favor, entrem em contato com Lau pelo fone (94) 99668-7267 ou com sua sobrinha Wanderlânia pelo fone (81) 99667-2593.

Do Estação Notícias

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados