São João de Aroeras dia 23

Em Casinhas, o advogado Doutor Aluízio de Surubim leva tiro no pulmão em assalto no Distrito de Oratório

Do BLOG DE ALBÉRICO CASSIANO


Está internado no hospital da Restauração, no Recife, o advogado surubinense Aluízio Gomes de Araújo, 70 anos, vítima de tiro, em uma suposta tentativa de assalto, no município de Casinhas. De acordo com informações de amigos, o advogado teria ido receber um dinheiro de um cliente nas proximidades de Oratório, zona rural do município. Como faz um trabalho social, e distribui cestas básicas com famílias carentes, teria também aproveitado para visitar algumas delas.

Na vila do Oratório, o advogado parou para visitar o prefeito de Casinhas, João Camêlo, de quem é amigo. Ao descer do veículo, foi abordado por três elementos que anunciaram o assalto. Possivelmente, eles estavam seguindo o carro do advogado há algum tempo. A marca e a placa do veículo não foram informadas. 'Dr. Aluízio', como é bem conhecido na região, se identificou como advogado para os elementos, e começou a discutir com os bandidos, aparentando reação, quando foi atingido por um tiro no tórax. Com a queda, também teve o olho machucado.

O advogado foi socorrido pelo Samu de Casinhas para a Upa de Surubim, onde recebeu os primeiros socorros e foi transferido para o Recife. Atingido no pulmão, precisou ser atendido em Limoeiro, quando teve sangue drenado pelo cirurgião de plantão do hospital Regional, para então ser levado ao HR. De acordo com o estado de saúde dele é delicado, mas estável. O advogado está consciente, consegue falar e respira sem ajuda de aparelhos. A equipe médica utiliza apenas uma máscara de oxigênio, como suporte de ventilação. A bala transfixou o pulmão e se alojou na pele. A equipe médica deve avaliar a evolução do tratamento nas próximas horas, para saber se será preciso o paciente passar por cirurgia. A polícia vai investigar o caso.

OAB - a Ordem dos Advogados do Brasil - OAB Surubim - considera o fato um caso específico, de um advogado vítima da violência quotidiana, a exemplo do que "ocorre com o cidadão, em todo país", mas que "nem por isso deixa de preocupar a instituição".

"Foi um crime de natureza patrimonial. Todo mundo está sujeito a esse tipo de violência, e os advogados não estão livres. É lamentável. Quando o advogado é vítima de um atentado para impedi-lo de exercer a profissão, é um crime contra a democracia, pois o cidadão exerce seu direito por meio dele. Mas não foi o caso. Dr. Aluízio é muito conhecido e bem quisto, um senhor de certa idade, respeitado e atuante. Foi atingido por pura maldade. Estive pessoalmente com Dr. Aluízio e ele está bem, na medida do possível. A OAB está acompanhado o caso de perto. Acionamos as autoridades policiais, e tanto a Policia Militar quanto a Civil, foram de imediato solidárias", afirma o presidente da OAB Surubim, Fredson Rodrigues, que conversou com nossa reportagem.

Reacções:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS