São João de Aroeras dia 23

Sport sofre "apagão" e cai para o Campinense na estreia de Ney Franco

 
Time rubro-negro foi vazado duas vezes pelos paraibanos em apenas um minuto
Mesmo a volta de Diego Souza não foi suficiente para o Leão voltar a vencer / Williams Aguiar/Sport

Estreia indigesta para Ney Franco no Sport. Era sabido que o confronto com o Campinense seria bem difícil, mas o Leão encontrou mais obstáculos que o esperado. Perdeu por 3x1, nesta quinta-feira (30/3), em Campina Grande-PB, na partida de ida das quartas de final da Copa do Nordeste. Sofreu um "apagão" no primeiro tempo e foi vazado duas vezes em um minuto. Gols de Magno e Augusto. No segundo, Juninho ainda descontou, mas Reinaldo Alagoano fez o terceiro logo depois.

Quando a bola rolou, o clima dentro de campo era morno. Quase sonolento, com poucas chances de gol para ambos os lados. A única chance digna de destaque veio logo cedo, do pé direito do atacante Rogério. O camisa 17 acertou um belo voleio de primeira, mas a bola saiu acima da meta de Glédson.

O grande lance do Sport no 1º tempo não foi um gol, muito menos um drible. Aos 25 minutos, Osvaldir cruzou para área e Jussimar acertou uma cabeçada daquelas de "almanaque". O goleiro Magrão, eterno ídolo do Leão, operou um verdadeiro milagre, num lance que lembrou a defesa de Gordon Banks após cabeceio de Pelé, no antológico duelo entre Inglaterra e Brasil na Copa de 1970. Magrão, na sequência, não conseguiu evitar o pior.

Aos 20 minutos, uma forte chuva começou a cair no Amigão. Depois daí, o Sport se atordoou dentro de campo. Um verdadeiro apagão tático dos leoninos. Resultado: dois gols do Campinense em apenas um minuto, marcados pelos meias Magno e Augusto, aos 28 e 29, respectivamente.


Após o balde de água fria, o Sport tentou recuperar o prejuízo ainda na etapa inicial. Sem sucesso. Com passes errados em sequência e a comunicação quase inexistente entre o meio-campo e o ataque, nem Diego Souza ou qualquer outro jogador foi capaz de reascender o Leão ainda no 1º tempo.

No segundo tempo, o rumo da partida permaneceu o mesmo, apesar de o Sport parecer mais disposto dentro das quatro linhas e o Campinense um pouco conformado com o resultado adquirido na primeira metade. As chances eram cada vais mais escassas. O Leão, contudo, poderia ter mudado a história.

Após cruzamento da direita, o atacante André se antecipou aos zagueiros e escorou de perna esquerda. A bola, caprichosamente, saiu à esquerda da meta do Campinense para desespero do camisa 90.
 
ESPERANÇA

A chama de esperança do Leão reascendeu quando Rogério chutou torto e Juninho desviou para diminuir a vantagem paraibana, aos 35 do 1º tempo. Mas a alegria durou pouco. Três minutos depois, no auge da pressão do Sport, Reinaldo Alagoano aproveitou a falha de Ronaldo Alves e estufou as redes de Magrão para fazer 3x1.
Do JC
Reacções:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS