São João de Aroeras dia 23

Casinhas: Dê a sua nota ao Prefeito de Casinhas

PARAÍBA:Suspeito de matar policial civil na Paraíba é preso no Rio de Janeiro


Escrivão foi morto em maio de 2016, no bairro do Valentina.
Homem atirou depois de discussão de trânsito, diz delegado.

Do G1 PB

Escrivão foi baleado após descer de moto, no bairro Valentina (Foto: Walter Paparazzo / G1)

Um homem de 33 anos, suspeito de matar o escrivão da Policial Civil Waldir Ponce di Leon em maio de 2016, foi preso pela Polícia Civil da Paraíba no Rio de Janeiro, no início da tarde desta quinta-feira (30). Segundo o delegado Geral da Paraíba, João Alves, o suspeito, em depoimento, confessou o crime e disse que atirou contra Waldir por causa de uma discussão de trânsito.

A prisão aconteceu no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A equipe que cumpriu o mandado de prisão emitido pela Justiça paraibana foi comandada pelo delegado Reinaldo Nóbrega e teve o apoio da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ainda de acordo com o delegado João Alves, a Polícia Civil chegou até o suspeito por meio de denúncia feita ao 197.
saiba mais

    Polícia Civil investiga se escrivão foi morto após briga de trânsito na PB

O suspeito foi preso em um restaurante de Nova Iguaçu. A Polícia Civil agora aguarda uma autorização para transferi-lo para a Paraíba. A previsão, segundo João Alves, é de que essa autorização seja liberada, no máximo, na segunda-feira. Enquanto aguarda a transferência, o suspeito vai seguir sob custódia da polícia fluminense.

Relembre o caso
O escrivão Waldir Ponce di Leon foi morto na cidade de João Pessoa, no dia 21 de maio de 2016. A vítima estava trafegando de moto no bairro Valentina, quando foi ferido a tiros por um homem que trafegava em um veículo atrás. A Polícia Civil está investigado o caso e suspeita de que o crime tenha sido motivado por uma briga de trânsito, ou que o policial tenha tentado realizar uma abordagem.

Imagens de câmeras de segurança foram recolhidas e analisadas. “Em princípio, o escrivão teria descido da moto como se fosse fazer uma abordagem ao veículo. Neste momento, o suspeito, que estava com um casal, de imediato disparou contra o escrivão”, disse o delegado de Polícia Civil, Geovani Giacomeli, na época do crime.

De acordo com a Polícia Civil, o escrivão morreu ainda no local e, conforme o relato de testemunhas do bairro, o veículo em que o suspeito estava era um Gol de modelo antigo e cor escura.
Reacções:
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS