Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Análise preliminar aponta desorientação espacial do piloto em acidente com Teori, diz Aeronáutica


Cenipa deverá divulgar um relatório do preliminar nos próximos dias

Acidente do último dia 19 vitimou o ministro do STF Teori e mais outras quatro pessoas / Foto: Estadão Conteúdo
Acidente do último dia 19 vitimou o ministro do STF Teori e mais outras quatro pessoas
Foto: Estadão Conteúdo
JC Online com UOL e Estadão Conteúdo

Informações preliminares do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) indicam que o piloto Osmar Rodrigues teve uma desorientação espacial no momento da queda que vitimou o ministro do STF Teori Zavascki e mais quatro pessoas (incluindo o próprio piloto).

A desorientação espacial nada mais é quando o piloto perde a noção do espaço do avião em relação ao solo. Como a aerovane, de modelo King Air C90, não tinha um copiloto, Uma das teorias é que o piloto teria perdido a referência visual ao fazer a curva e, com isso, tocado a asa na água. O aeroporto de Paraty não possui instrumentos de auxilio à navegação.

Essa análise inicial, possível após os áudios terem sido extraídos do gravador da cabine do avião que caiu no mar de Paraty, no Rio de Janeiro, no último dia 19, também "não apontam qualquer anormalidade nos sistemas da aeronave".

Apesar dos indícios já coletados, a conclusão final das investigações para saber o real motivo da queda do avião King Air C90 dependerá de uma perícia técnica, principalmente nos dois motores. Um relatório preliminar deverá ficar pronto nos próximos dias.

Investigação
Dois inquéritos diferentes investigam a causa da queda do avião que matou Teori. Enquanto o  Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) investiga as intensificações das causas da queda e não tem prazo para acabar. Já a investigação tocada pela Polícia Federal inclui averiguação de ações criminosas que possam ter ocasionado a queda do avião. 

Dados
A memória possui quatro canais de áudio, sendo um do piloto, um do copiloto, uma de área da cabine e o quarto do engenheiro de voo ou comissário. Os dados do chip foram baixados utilizando equipamentos e softwares do fabricante do gravador de voz.

O flexcable (cabo de conexão) que comunica os dados do chassi do gravador para a memória estava molhado. Portanto, houve a substituição por outro novo, minimizando a possibilidade de um curto circuito ou a perda de dados, caso tivesse sido utilizado o cabo contaminado pela água salgada.

O avião modelo PR-SOM saiu do Campo de Marte, em São Paulo, com destino a Paraty, no litoral fluminense, na tarde de quinta-feira, 19. A aeronave transportava o relator da Lava Jato no STF Teori Zavascki, o empresário Carlos Alberto Filgueiras, dono do Hotel Emiliano, a massoterapeuta Maira Lidiane Panas Helatczuk e a mãe dela, Maria Ilda Panas, além do piloto Osmar Rodrigues, todos mortos no acidente.

O gravador da aeronave foi recuperado no resgate e chegou na manhã do último sábado, 21, ao laboratório do Cenipa em Brasília O equipamento foi encontrado pelos mergulhadores da Marinha na tarde de sexta-feira, 20. Por estar submerso em água salgada, foi necessário realizar um procedimento de lavagem e conservação em água destilada para evitar corrosão e preservar os dados do gravador.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados