Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Cultura: Os professores Francisco Ivan (Chiquinho); José Carlos (Preto); e o agricultor Veneziano são os homenageados do São João 2016, em Vertente do Lério.

(Foto: Prefeito Daniel, professores Francisco Ivan e José Carços)
Na tarde desta quarta feira (20), na quadra da escola José Batista de Souza, em Vertente do Lério com a presença de alunos, professores, secretários municipais e outros convidados, o secretário de cultura Sérgio Ramos na presença do prefeito Daniel Almeida, anunciou para os presentes, que a tradicional Dança da Bolinha acontecerá nas três fogueiras como de costume.

Logo em seguida, houve a apresentação do poeta declamador Klebson Oliveira, declamando algumas poesias matutas, fortalecendo ainda mais a cultura de raiz, por ser um jovem apreciador e batalhador da cultura popular. Os estudantes e professores elogiaram a bela participação do jovem poeta morador da Vila Chêus no vizinho município de Casinhas.


( Poeta Klebson Oliviera)
Neste evento, com um tom de surpresa para todos, foi anunciado oficialmente pelo secretário de cultura, os nomes dos personagens agraciados com a homenagem no São João 2016 da cidade do Ouro Branco. São eles: Veneziano Saraiva da Cruz, conhecido por seu Venezio. O mesmo toca um instrumento chamado pífano, e mora na comunidade rural do município. Os professores Francisco Ivan Nóbrega Oliveira (Chiquinho) e José Carlos da Silva (Preto), este último com residência na sede da cidade, e ambos recebem esta simples homenagem da municipalidade, pela contribuição dada pelos dois na evolução do aprendizado escolar, mas não só por isto, e sim, por seus talentos em retratar a história da cidade em forma de literatura de cordel. Entre as coisas escritas por Francisco Ivan estar o cordel “ Vertente do Lério e sua história”, já o professor José Carlos (preto), retrata em cordel a tradicional Dança da Bolinha” nos ajudando assim, a construir um pequeno acervo (memória escrita), a qual é uma carência deste município, contar com um registro de sua cultura.

Outro destaque se deu com a presença do senhor Nivaldo, conhecido Homem do calendário. Um cidadão simples, mas de um Dom espetacular, basta uma pessoas falar a data, mês e ano de nascimento, pronto, o homem calendário relata os fatos que aconteceram com detalhes naquele período. Quando falei de Dom, é porque o senhor Nivaldo mal pós os pés e uma escola, mas tem sobre ele um conhecimento extraordinário.

O prefeito Daniel Almeida, falou sobre o reconhecimento aos homenageados, e falou da importância de valorizar a arte e a cultura. Ao fim parabenizou a todos.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados