São João de Aroeras dia 23

ESPORTES

 Contra o Joinville, pela Copa do Brasil, Sport dá sequência a maratona de decisões
Partida de ida da quarta fase do torneio nacional é mais um mata-matas dos rubro-negros, que atuam em quatro competições paralelamente

João de Andrade Neto /Superesportes

Ricardo Fernandes/DP Sport vive o melhor momento na temporada, após evolução desde a chegada do técnico Ney Franco
Após assistirem o time reserva entrar em campo no último domingo, contra o Central, na última rodada do hexagonal do Campeonato Pernambucano, os titulares do Sport dão sequência, nesta quarta-feira, à sequência de jogos decisivos na temporada. Chegando-se aos objetivos, o período só terá seu fim em maio, após o início do Campeonato Brasileiro. Porém, um descanso neste momento é tudo o que os rubro-negros não desejam. Para isso, sabem da importância de um bom resultado diante do Joinville, às 21h45, na Ilha do Retiro, pela ida da quarta fase da Copa do Brasil. O primeiro passo dessa maratona.  

A inspiração para largar com uma boa vantagem rumo às oitavas de final da competição, fase que o clube pernambucano não alcança desde 2010, está bem viva na memória do elenco. E da torcida. Isso porque os dois últimos jogos do Sport na Ilha do Retiro (duas "decisões", vale ressaltar) foram os melhores do time na temporada: nas vitórias sobre o Campinense, por 3 a 1, que valeu a classificação para as semifinais da Copa do Nordeste; e diante do Danubio-URU por 3 a 0, que deu ao Leão a vantagem de poder perder por até dois gols de vantagem em Montevidéu e mesmo assim avançar na Copa Sul-Americana.

Resultado que, se repetido nesta quarta, será muito bem recebido. "Nesses dois últimos jogos em casa fomos muito bem. Quem foi ao estádio viu bons espetáculos e gols que rodaram o mundo. Se jogarmos nesse mesmo nível em casa temos chances de ganhar de qualquer adversário. A intenção é repetir esse nível de atuação diante do Joinville", pontuou o técnico Ney Franco, que conta no currículo com o título da Copa do Brasil de 2006, no comando do Flamengo.

Alteração forçada
Diante da satisfação pelas últimas atuações, o treinador fará apenas uma mudança na equipe. E forçada. Isso porque o zagueiro Ronaldo Alves, com um estiramento na coxa direita, acabou vetado para a partida contra os catarinense. O defensor, inclusive, provavelmente também ficará de fora do jogo de ida das semifinais do Campeonato Pernambucano, domingo, contra o Náutico, na Ilha. Em seu lugar, Matheus Ferraz foi acionado.

"Venho trabalhando duro e ganhando confiança por essa titularidade. Venho buscando essa oportunidade e me preparando da melhor maneira possível para quando ela surgir não sair mais do time", destacou o defensor, que pela primeira vez na temporada será acionado no time principal. Antes, esteve em campo cinco vezes, quatro delas com o time reserva no Estadual. Já contra o Danubio, foi acionado no segundo tempo substituindo justamente Ronaldo Alves, que deixou o campo com dores na coxa.
Ficha do jogo
Sport
Magrão, Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Durval e Mena; Fabrício, Rithely e Everton Felipe; Diego Souza, André e Rogério. Técnico: Ney Franco

Joinville
Matheus; Caíque, Danrlei, Max e Gustavo; Luiz Meneses, Breno e Aldair; Fabinho Alves, Alex Ruan e Marlyson. Técnico: Fabinho Santos

Local: Ilha do Retiro. Horário: 21h45. Árbitro: Rodolpho Toski Marques (Fifa-PR). Assistentes: Bruno Boschilia e Ivan Carlos Bohn (ambos do PR). Ingressos: R$ 30 (arquibancada frontal), R$ 15 (sócio e estudante); R$ 20 (arquibancada lateral), R$ 10 (sócio e estudante)


.

O Brasil tem três jogadores indicados ao prêmio Agla Futsal Awards 2016, categoria melhor jogador do mundo. O pivô Deives, o ala Marcêncio e o fixo Rodrigo disputam o troféu com outros sete atletas, três deles argentinos. A premiação é realizada pelo site Futsal Planet, que elege os melhores em várias categorias com base nos votos de técnicos e jornalistas do mundo todo. Falcão é o maior vencedor com quatro troféus.

Melhor do mundo nos últimos dois anos, o português Ricardinho concorre ao tri. A seleção de Portugal ficou em quarto lugar no Mundial do ano passado, disputado na Colômbia. A campeã Argentina tem como indicados os jogadores Leandro Cuzzolino, Pablo Taborda e Alamiro Vaporaki. Vencedor da Bola de Ouro Fifa 2016, o capitão argentino Fernando Wilhelm não foi indicado ao Agla Futsal Awards.
Leandro Lino Brasil x Colômbia amistoso futsal (Foto: Divulgação/CBFS) Leandro Lino Brasil x Colômbia amistoso futsal (Foto: Divulgação/CBFS)

Leandro Lino Brasil x Colômbia amistoso futsal (Foto: Divulgação/CBFS)

O Brasil também teve quatro indicados na categoria melhor jogador jovem. Um deles é o ala Leandro Lino, que disputa a Copa América com a seleção brasileira. Os outros são o goleiro Carlos Espíndola, Matteus Reinald, que atua no futsal espanhol, e Jean Jacaré, destaque da equipe sub20 do Benfica, de Portugal.

Confira os finalistas do prêmio de melhor jogador do mundo de 2016:

Leandro Cuzzolino (Argentina)
Deives (Brasil)
Ahmad Esmaeilpour (Irã)
Lyskov Dmitry (Rússia)
Marcênio (Brasil)
Miguelín (Espanha)
Ricardinho (Portugal)
Rodrigo (Brasil)
Pablo Taborda (Argentina)
Alamiro Vaporaki (Argentina)

0 comentários:

Postar um comentário

Página inicial

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS