Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Corpo de homem que tentava salvar cavalo ilhado é encontrado em Jaboatão dos Guararapes

27.5.22

/ por casinhas agreste

O jardineiro Alex Rodrigo da Luz, de 41 anos, estava desaparecido desde a quarta-feira (25)
Por Laura Machado com Portal Folha de Pernambuco

O homem estava desaparecido desde quarta-feira (25) - Foto: Reprodução/Arthur Mota/Folha de Pernambuco
Mais uma pessoa morreu em decorrência das fortes chuvas registradas desde o início desta semana no Recife e Região Metropolitana. 

O jardineiro Alex Rodrigo da Luz, de 41 anos, estava desaparecido desde a quarta-feira (25), após tentar salvar um cavalo ilhado no Conjunto Muribeca, em Jaboatão dos Guararapes. O corpo da vítima foi encontrado por polulares da área, na manhã desta sexta-feira (27), e identificado pela família, que ajudava nas buscas.

O irmão de Alex, o lavador de carros Edivone Carlos dos Santos, de 36 anos, contou que a vítima fazia o resgate de animais com o auxílio de uma carroça quando desapareceu.
"Durante o resgate, a carroça tombou com o cavalo e ele. O cavalo morreu e ele ficou desaparecido. A gente chamou as autoridades, Bombeiros, Defesa Civil e nada, não chegou ninguém", relatou.

"Nesse dia (do desaparecimento), os Bombeiros estavam aqui resgatando uma família ilhada, mas não foram lá para saber. Acho que houve uma negligência, porque eles são treinados para resgatar vidas. Poderiam ter deixado o pessoal numa área segura e ter voltado para resgatar o meu irmão e até agora não vieram. A população que teve que fazer o resgate dele", contou Edivone Carlos.

Ainda de acordo ele, Alex Rodrigo era apaixonado por animais e ajudava outras pessoas no dia do ocorrido. "Isso é a situação de jaboatão, meu irmão era trabalhador, estava fazendo o resgate de animais de outras pessoas também, a paixão dele sempre foi bicho, desde a infância. A lembrança que fica é essa, um irmão querido que eu perco", completou Edivone.
 
Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros informou que recebeu dezenas de pedidos de socorro de vítimas nas últimas 48 horas e foi dada prioridade às ocorrências de pessoas ilhadas e que precisavam de atendimento imediato nos vários Municípios da Região Metropolitana.

"A quantidade de ocorrências e a dificuldade de deslocamento em função dos alagamentos nas ruas pesaram no tempo/resposta", informou a corporação.

Ainda de acordo com os Bombeiros, uma guarnição que socorria pessoas ilhadas esteve na Rua Maria Ramos da Silva, Muribeca, e verificou a necessidade de uma equipe de mergulho.

"As equipes estavam empenhadas em outras ocorrências e uma Unidade Tática de Mergulho foi encaminhada para o local para análise de qual tipo de ação poderia ser realizada. A Guarnição Tática de Mergulho estava a caminho e foi informada por telefone que o corpo já havia sido encontrado por moradores do local", finalizou a nota.

Mortes na RMR 

- PUBLICIDADE -

Com o registro da morte de Alex, sobe para cinco o número de mortes em decorrência das fortes chuvas que atingiram o Recife e Região Metropolitana nos últimos dias.

Primeiro, na quarta-feira (25), foi encontrado o corpo de um homem no Córrego do Abacate, em Águas Compridas. 

Na quinta-feira (26), foram encontrados três corpos que vinham sendo alvos de buscas. Dois na rua Mirueira, no Córrego do Abacaxi, no bairro de Caixa D´Água: de uma mulher de 44 anos e de um homem de 54 anos - casal vítima de deslizamento de barreira.

E também o corpo do motociclista Aureogildo Antônio Vasconcelos, de 36 anos, que foi encontrado no Rio Beberibe, no bairro de Cajueiro, Zona Norte do Recife. Ele caiu em canal de Olinda na madrugada da terça-feira (24).

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados