Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Alunos passam mal após comer merenda servida em escola do Cabo de Santo Agostinho

31.3.22

/ por casinhas agreste

Mais ou menos 60 estudantes teriam se sentido mal e 16 precisaram precisado de socorro médico.

Alunos da Escola Técnica Estadual Luiz Alves Lacerda, localizada no centro do Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife, passaram mal após ingerir a comida servida no almoço da unidade, nesta quarta-feira (30). 

De acordo com a Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco, mais ou menos 60 estudantes teriam se sentido mal e 16 precisaram de socorro médico. A unidade tem 490 alunos. 
As ocorrências de socorro geradas pelo Serviço de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foram realizadas no local. De acordo a equipe de reportagem da TV Jornal, a toda hora ambulâncias chegavam e saíam da instituição. 

Onze alunos foram levados para o Hospital Mendo Sampaio. Outros teriam sido levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Cohab, no Cabo de Santo Agostinho, mas a unidade informou que não foi confirmada a entrada de nenhum estudante da escola.

De acordo com o Hospital Mendo Sampaio, os onze estudantes já receberam alta.

De acordo com a Secretaria de Educação de Pernambuco, uma equipe de nutricionistas foi enviada até a escola para coletar amostras da refeição para análise em laboratório. A informação foi reafirmada em nota divulgada pela prefeitura do Cabo de Santo Agostinho.

A pasta também informou que a merenda passa por uma "avaliação nutricional rigorosa" e que os estudantes respondem um questionário de satisfação periodicamente.


A General Goods, empresa responsável pela entrega das merendas, foi procurada pela reportagem da TV Jornal, mas ainda não se posicionou sobre o ocorrido.

Confira a íntegra das notas abaixo:

Nota da Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco
"A Secretaria de Educação e Esportes do Estado informa que ao tomar conhecimento de que estudantes estavam passando mal, a gestão da Escola Técnica Estadual (ETE) Luiz Alves, no Cabo de Santo Agostinho, prontamente prestou os primeiros socorros aos jovens, acionou o Samu e entrou em contato com os pais e responsáveis.

A Gerência Regional de Educação Metropolitana Sul também encaminhou uma equipe de nutricionistas até o local para fazer a anamnese com os estudantes e coletar as amostras da refeição para análise laboratorial, onde todos os pontos precisam ser analisados com precisão antes de qualquer conclusão.

A pasta esclarece ainda que todas as merendas passam por uma avaliação nutricional rigorosa antes de ser servida aos estudantes e que todas as refeições são feitas diariamente e, periodicamente, os alunos se submetem a aplicação de um questionário de satisfação e de aceitabilidade. As aulas da unidade não foram suspensas e os estudantes que se sentiram mal só foram liberados após autorização médica e com a presença dos pais ou responsáveis."

Nota da Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho
"A Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, encaminhou uma equipe de vigilância sanitária a Escola Técnica Estadial (ETE), Luiz Alves Lacerda, depois que um grupo de estudantes passou mau ao ingerir a merenda escolar na unidade de ensino.

Amostras dos alimentos foram coletadas para que sejam analisadas para que as medidas necessárias sejam tomadas."

Do Jornal do Comércio

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados