Responsive Ad Slot

 


Últimas Notícias

latest

Em Casinhas, 2.537 famílias vão receber o 13% salário do Bolsa Família do Governo do Estado

9.2.22

/ por casinhas agreste

O governador Paulo Câmara anunciou, na segunda-feira (07.02), o calendário de pagamento do 13º do Bolsa Família de Pernambuco. No município de Casinhas, no Agreste de Pernambuco, 2. 537 famílias serão contempladas com a iniciativa do Governo do Estado.
Só em Casinhas, com a ação, serão injetados na economia local R$ 356,070,00.

Os repasses referentes a 2021 serão feitos em uma única etapa, entre os dias 14 e 25 de fevereiro, de acordo com o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do beneficiário.
A parcela extra para cada beneficiário pode chegar a R$ 150. O pagamento será realizado nos mesmos locais e com o cartão já utilizado por quem recebe parcelas do antigo Bolsa Família, programa substituído pelo Auxílio Brasil.

Confira a ordem de pagamento

Final do NIS 1 - 14 de fevereiro
Final do NIS 2 - 15 de fevereiro
Final do NIS 3 - 16 de fevereiro
Final do NIS 4 - 17 de fevereiro
Final do NIS 5 - 18 de fevereiro
Final do NIS 6 - 21 de fevereiro
Final do NIS 7 - 22 de fevereiro
Final do NIS 8 - 23 de fevereiro
Final do NIS 9 - 24 de fevereiro
Final do NIS 0 - 25 de fevereiro


Nesta segunda-feira (7), no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, o governador anuncia detalhes do pagamento do benefício, pelo terceiro ano consecutivo, que começa este mês. A promessa fez parte da sua campanha eleitoral de reeleição do cargo de governador em 2018.


No mesmo ano, após o anúncio do gestor estadual, o presidente da república Jair Bolsonaro também divulgou a promessa de pagar uma parcela extra para os beneficiários do programa.


Apesar do fim do benefício, que foi substituído pelo Auxilio Brasil, a iniciativa do governo estadual do pagamento da parcela extra continua para as pessoas cadastradas. A gestão garante que as regras da iniciativa não mudaram com a criação do novo programa.


De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ) do Estado, que coordena o programa estadual, para garantir a parcela extra, não é necessário fazer inscrição ou adesão, basta ser beneficiário do Auxílio Brasil durante pelo menos metade dos meses do período de apuração, intercalado ou em meses seguidos, e estar regular com as exigências do Programa Federal.


Mesmo com substituição, todas as pessoas cadastradas na folha de pagamento de 2021 do Bolsa Família, receberão o valor adicional que será pago pelo Governo do Estado durante o calendário de pagamento da iniciativa estadual.


O anúncio do pagamento pelo terceiro ano consecutivo é uma importante ferramenta política em ano eleitoral e na corrida pelo Governo do Estado. Na última quinta-feira (3), Paulo Câmara se reuniu com o ex-presidente Lula (PT), em São Paulo, com o intuito de oficializar a escolha do pré-candidato do PSB ao Governo do Estado. Nos bastidores, especula-se que o martelo teria sido batido no nome do deputado federal Danilo Cabral (PSB).
Projeto pioneiro no País, o 13º para os cadastrados no programa em Pernambuco foi um compromisso firmado ainda em 2019 por Paulo Câmara, com o intuito de reforçar a renda das famílias. A iniciativa concede, anualmente, uma parcela extra às famílias pernambucanas em situação de pobreza e extrema pobreza.


De acordo com dados da SDSCJ, em 2021, foram repassados mais de R$151 milhões para 1.191.718 famílias beneficiadas, mais de 30% da população do Estado. Nos anos de 2020 e 2021, Pernambuco injetou mais de R$312 milhões na economia.


A parcela extra é igual ao que o beneficiário já recebe, com limite de até R$ 150,00. Caso receba abaixo disso, é possível ampliar o valor desde que insira o CPF em notas fiscais eletrônicas. Em Pernambuco, 14 mil estabelecimentos são credenciados com nota fiscal eletrônica.

Nenhum comentário

Postar um comentário

DIVULGAÇÃO

 


Veja também
© Todos os Direitos Reservados