Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Abuso da ivermectina pode ser causa do surto de coceira em Pernambuco, segundo pesquisa

28.11.21

/ por casinhas agreste

"Se essa hipótese se confirmar, temos um problema enorme", diz especialista. O surto já atingiu 12 cidades de Pernambuco
Os sinais e sintomas mais comuns são lesões na pele e coceira - Foto: Dirceu Portugal/Estadão Conteúdo

Com informações do JC Online

Um estudo realizado pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL) evidencia que o uso indiscriminado de ivermectina pode ser o responsável pelo surto de coceira registrado no Grande Recife, nos últimos dias. De acordo com o artigo, o abuso do remédio, que teve uso estimulado pelo Governo Federal, pode ter desenvolvido uma superresistência de um ácaro causador da sarna humana, também conhecida como escabiose.
Lesões e coceira
Em Pernambuco, já são 12 cidades com notificações de casos de lesões na pele que provocam coceira. A maior parte dos registros da doença, cuja causa ainda segue desconhecida, concentra-se no Recife: são 176 pessoas com "lesões cutâneas a esclarecer", em 35 bairros.

Ineficaz contra a covid-19
Comprovadamente ineficaz para o tratamento de pessoas com Covid-19, a ivermectina integrou o "Kit Covid", indicado por muitos médicos e planos de saúde, além do ministério da saúde.

Ivermectina pode ser causa do problema
Embora o surto ainda não tenha causa confirmada, a pesquisa da UFAL ressalta que o Sarcoptes scabiei, ácaro causador de sintomas similares aos registrados, pode ter desenvolvido resistência à ivermectina. Ainda são necessários mais testes e descarte de hipóteses sobre o que ocorre no estado para confirmação das questões levantadas no artigo, que é assinado pelos pesquisadores Sabrina Neves, Alfredo Oliveira-Filho e dos estudantes estudantes Lucas Bezerra e Natália Alves.

"Se essa hipótese se confirmar, temos um problema enorme, pois a doença poderia atingir qualquer população, e o que é pior, com dificuldade de tratamento", afirmou Sabrina Neves, pesquisadora do Instituto de Ciências Farmacêuticas (ICF), da UFAL, ao portal G1.

"O nosso artigo lança a hipótese de que poderíamos ter problemas com surtos de escabiose resistente, por conta do uso irracional da ivermectina. O surto está configurado, pois está havendo um aumento rápido de casos de lesões de pele com coceira e outros sintomas", continuou ela.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados