Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Lula cumpre agenda em PE em julho, selando reaproximação com PSB

22.6.21

/ por casinhas agreste

Ex-presidente Lula irá à mesa com governador Paulo Câmara em Pernambuco -
Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Folha PE
O formato e a data ainda estão sendo preparados. Mas a visita do ex-presidente Lula a Pernambuco, no bojo de um périplo que ele fará pelo Nordeste, será realizada em julho, na primeira ou na segunda semana. O que está no radar é um encontro com o PSB, cujo desenho ainda está sendo pensado e deve incluir reuniões com o governador Paulo Câmara e com o prefeito do Recife, João Campos. O roteiro envolve ainda diálogo com outros partidos e com personalidades da política local, da Cultura, dos movimentos sociais. O senador Humberto Costa está debruçado sobre essa construção. "Vai ser em julho. Estamos preparando a visita toda", informa. A vinda a Pernambuco estava, inicialmente, projetada para ocorrer antes. O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, chegou a ser comunicado pelo deputado federal José Guimarães que o líder-mor do PT desembarcaria em terras pernambucanas. "Inicialmente, já era para ter ido", pontua Siqueira e completa: "Ele adiou um pouco". O adiamento, explica Humberto, se deu em função da pandemia. Como a coluna antecipara, ainda no início de abril, uma conversa mais reservada de Lula, cotado para concorrer à presidência da República, com o governador Paulo Câmara já estava projetada como o passo seguinte de uma reconstrução dos laços, cujo primeiro movimento sólido foi uma reunião virtual entre dirigentes e lideranças petistas e socialistas, realizada no último dia 6 de abril.

Na ocasião, Lula acenou positivamente à tese da unidade do campo progressista, que já vinha sendo defendida por Carlos Siqueira em detrimento do perfil hegemonista do PT. Essa troca de ideias online serviu para quebrar o gelo entre as duas siglas após o duro embate de 2020, quando o PT bateu o pé e levou adiante a candidatura de Marília Arraes no Recife, contrariando as tentativas de aliança dos socialistas. Após o referido encontro, Siqueira apontou "deprendimento" de Lula. Na semana passada, à coluna, o dirigente socialista realçou que o PSB defende frente ampla desde as eleições municipais e que "o discurso de Lula", de ter candidatura em todas as capitais, em 2020, "deu errado". Então, considera: "Ele (Lula) também mudou". É com essa flexibilização em curso que Lula chega ao Estado hegemônico no PSB. Pernambuco está para o PSB, em 2022, assim como o projeto presidencial de Lula está para o PT. Daí, essa reaproximação ser selada na Capital pernambucana.

Paulo e João em BSB
Os governadores Paulo Câmara e Renato Casagrande estão entre os confirmados na filiação, hoje, do deputado Marcelo Freixo e do governador do Maranhão, Flávio Dino, ao PSB. A solenidade, em Brasília, será às 11h. Prefeito do Recife, João Campos também embarca hoje cedo para a Capital Federal para prestigiar os dois. 

Alô > Se Marcelo Freixo passou por Pernambuco, como a coluna antecipara, onde cumpriu agenda com João Campos e com o Paulo Câmara, Flávio Dino cuidou de falar por telefone com o prefeito do Recife antes da filiação ao PSB hoje.

Canal aberto > Na avaliação do presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, o "diálogo com o PT, depois das eleições foi retomado e continuará". Ele assinala: "Somos uma força do diálogo, com o PT e com outras forças". E reforça: "Não temos dificuldade de dialogar". 

Expectativa >  Apontado como padrinho do gabinete paralelo, o deputado Osmar Terra é quem depõe, hoje, na CPI da Covid-19. Um dos titulares, o senador Humberto Costa avalia que, pelo perfil, "falante e vaidoso", do ex-ministro, ele deve falar muito. O foco, segundo o petista é a imunidade de rebanho.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados