Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

NOTA DE PESAR: Alex Fernando lamenta profundamente a partida de seu amigo e político, Jesualdo de Albuquerque Campos

30.4.21

/ por casinhas agreste

Em suas redes sociais, o ex-presidente do Psol e membro do diretório estadual, se pronunciou: “Ontem, 29 de maio, perdi alguém de enorme relevância em minha vida, que vai muito além de um político e figura importante em que me inspiro. Perdi um grande amigo e companheiro de luta. Muitos foram os momentos que partilhamos, tanto na vida pública como na privada. Aprendi muito com Jesualdo, mais do que as palavras podem expressar. Lições sobre vida pública e política, mas também no que diz respeito à vida privada e profissional. 
Acompanhei sua luta pela vida, torcendo para que conseguisse sair dessa e que voltasse para nosso convívio. Infelizmente nosso amigo partiu e nesse momento triste, junto-me a família, amigos, colegas e correligionários em profundo sentimento de luto. Que Deus nos conforte e que fiquemos com as melhoras lembranças e ensinamentos do grande homem que foi Jesualdo Campos. 
O PSOL Pernambuco e a política estadual perdem um grande nome, imponente e coerente em suas posturas. Ouso dizer que não há mais homens como Jesualdo, mas quero acreditar que seus ensinamentos foram como sementes plantadas em cada um que teve o privilégio de conviver com ele. Que essas sementes floresçam e que levem seus ensinamentos adiante. Jesualdo Campos, PRESENTE!”


Abaixo, a notícia de seu falecimento, retirada do Blog de Noelia Brito: 
O professor e líder sindical, Jesualdo de Albuquerque Campos morreu, nesta quinta-feira (29), por complicações decorrentes da Covid-19. Campos, que foi um dos fundadores do PT e da CUT em Pernambuco na década de 80, ajudou a fundar o PSOL em 2004, era sogro da vereadora do Recife, Dani Portela, do PSOL e pai do advogado e também militante do PSOL, Jesualdo de Albuquerque Campos Junior. 
Como militante tinha um histórico de luta em defesa dos professores no estado de Pernambuco.
Jesualdo Campos se formou em Biologia pela Universidade Federal de Pernambuco, na década de 70, tendo iniciado sua militância política no Movimento Estudantil.
Ingressou no SIMPRO (Sindicato dos Professores do Estado de Pernambuco) já na década de 80 e foi secretário-geral da CONTEE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação). Dedicou a sua vida e sua luta pela defesa dos direitos dos professores - sobretudo no interior do estado - e na construção de uma sociedade mais justa e igualitária. 
Disputou as eleições para vereador de Jaboatão nos anos 80 e 90 e para deputado estadual pelo PT em 2002 e pelo PSOL em 2010. Campos deixa cinco filhos. O velório será restrito devido aos protocolos sanitários.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados