Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Náutico perde para o Confiança por 2x0 e permanece no Z-4 da Série B

5.1.21

/ por casinhas agreste

Time alvirrubro desperdiçou a chance de sair da zona do rebaixamento

Náutico perde para o Confiança por 2x0 e permanece no Z-4 da Série B
- Foto: Foto: Luiz Neto/ Confiança
Mesmo precisando apenas de um empate para deixar a zona do rebaixamento, o Náutico não conseguiu o resultado que precisava e acabou sendo derrotado para o Confiança por 2x0, nesta segunda-feira (4), no estádio Batistão, pela 32ª rodada da Série B. Os gols da partida foram marcados pelo atacante Reis, de pênalti, e pelo meia Madison.


Com a derrota, a equipe alvirrubra permanece na 17ª posição, com 35 pontos, mesma pontuação do Figueirense, que ocupa a 16ª colocação - a equipe catarinense tem melhor saldo de gols.

Sem muito tempo para lamentar a derrota, o Timbu já tem um novo compromisso na sexta-feira (8), quando recebe a equipe do Paraná, às 19h15, no estádio dos Aflitos, na abertura da 33ª rodada da Segundona.

O JOGO
Vindo de cinco derrotas consecutivas, o Confiança entrou em campo disposto a acabar com o jejum de vitórias. E isso foi demonstrado nos minutos iniciais do confronto diante do Náutico. Sem se importar que os alvirrubros vinham de cinco jogos de invencibilidade (três vitórias e dois empates), a equipe sergipana não fez cerimônia para incomodar o Timbu. Logo aos três minutos, Guilherme Castilho cobrou falta de muito longe e achou o zagueiro Mancini, que finalizou de perna esquerda e e obrigou o goleiro Anderson a defender no reflexo com o pé, evitando o gol.

Não demoraria muito para o Confiança voltar a levar perigo ao Náutico. Aos 10, novamente em bola parada, Guilherme Castilho cobrou escanteio venenoso, fechado... Anderson socou a bola em cima de Luan, a bola voltou para o próprio Anderson que espalmou para o lado... E, no rebote, a zaga alvirrubra conseguiu bloquear uma nova finalização do Confiança. Se livrando do sufoco. 

Após o susto inicial, a equipe alvirrubra começou a se soltar ofensivamente. Também utilizando o recurso da bola parada, quase o Náutico abre o placar. Aos 22, o meia Jean Carlos cobrou escanteio na primeira trave, Vinícius antecipou a marcação e cabeceou firme para o gol, mas Rafael Santos estava atento e conseguiu espalmar para afastar o perigo.

No minuto seguinte, novamente com Vinícius, o atacante timbu recebeu passe pela esquerda, entrou na área e chutou rasteiro... A bola tinha endereço certo, mas Rafael Santos se esticou todo para mandar para escanteio.

Pressionando bastante o Náutico, o Confiança custava para entrar na área alvirrubra e, com isso, buscava arriscar de longo. Foi o que aconteceu aos 40 minutos, com o meia Guilherme Castilho disparando um belo chute no alto, colocando Anderson para saltar e espalmar, fazendo a defesa em dois lances.

A árbitra brasileira Edina Alves é a única mulher escolhida para apitar o Mundial de Clubes
Edina Alves será a única árbitra no Mundial de Clubes
Na volta a segunda etapa, os sergipanos voltaram com bastante ímpeto ofensivo e dispostos a abrir o placar. Logo aos três, o atacante Reis fez boa jogada, entra na área e busca o cruzamento, mas a bola ganha efeito, encobre Anderson e a bola vai no travessão. Já no minuto seguinte, Rafael Ribeiro tenta sair jogando e acaba perdendo a bola no meio de campo para Guilherme Castilho, que acelera o passo e acha Renan Gorne entrando livre na área, ele domina e finaliza cruzado, mas sai da meta com os braços abertos e consegue defender.

A pressão do Confiança seguia firme e o Timbu acabou não suportando. Aos nove, Reis é lançado em profundidade, Anderson sai de forma estabanada do gol e acaba derrubando o atacante dentro da área: pênalti. Na cobrança, o próprio Reis bate com tranquilidade no meio e abre o placar: 1x0.

Apesar do gol sofrido, o Náutico não se intimidou e quase empata o placar na sequência. Aos 14, o meia Jean Carlos cobrou falta lateral e mandou a bola na cabeça de Kieza, que mesmo livre de marcação, testou a bola pela linha de fundo. Uma boa chance perdida.

Atrás do placar, os comandados de Hélio dos Anjos saiam cada vez mais ao ataque, enquanto que os donos da casa passavam a apostar nos contra-ataques para tentar matar o jogo. O Náutico que quase balança as redes. Aos 45, falta na entrada da área, Dudu solta uma bomba e o goleiro Rafael Santos espalma salvando o Confiança.

Mesmo nos acréscimos, o time sergipano ainda conseguiu ampliar o marcador. Aos 52, Reis puxou contra-ataque pela direita e rolou para Madison entrar com liberdade na área e finalizar com categoria no canto da meta de Anderson para dar números finais a partida: 2x0.

Ficha do jogo
CONFIANÇA

Rafael Santos; Thiago Ennes, Luan, Mancini e Everton (Djalma Silva); Amaral (Madison), Guilherme Castilho e Serginho (Villa); Iago (Alexandre Tam), Reis e Renan Gorne (Jeferson). Técnico: Daniel Paulista.

NÁUTICO

Anderson; Hereda (Dudu), Rafael Ribeiro, Camutanga e Kevyn; Rhaldney (Jorge Henrique), Djavan (Renan Foguinho) e Jean Carlos (Ruy); Bryan, Vinícius (Álvaro) e Kieza. Técnico (auxiliar): Marcelo Rocha.

Local: estádio Batistão, em Aracaju (SE).
Árbitro: Dewson Fernando Freitas (PA).
Assistentes: Helcio Araujo Neves e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA).
Gol: Reis, aos 10 minutos, e Madison aos 52 do 2º tempo.
Cartões amarelos: Iago e Villa (CON) e Hereda, Anderson, Kevyn (NAU).
Cartões vermelhos: Thiago Ennes (CON) e Rafael Ribeiro (NAU).

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados