Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Polo automotivo atrai novas empresas em Pernambuco

31/05/2019

/ por casinhas agreste
Acelerando para atrair mais negócios

Paulo Câmara aproveitou para apresentar os benefícios de se apostar no estado.
Quatro novos fornecedores estão confirmados para chegar ao entorno do Polo Automotivo da Jeep e devem se instalar na região até a metade de 2020. Mas a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) trabalha, em conjunto com o governo do estado, para ampliar esse número. O objetivo é diminuir a dependência de peças externas, ampliar a produtividade da planta e reforçar o desenvolvimento da região. Em uma iniciativa do poder público e privado, foi realizado ontem, em São Paulo, um encontro, chamado de Match Day FCA, com 47 fornecedores com objetivo de mostrar projetos para viabilizar a instalação deles em Pernambuco.

 Atualmente, Pernambuco reúne 6% dos fornecedores da FCA no Brasil, número que representa 24 fornecedores dos 400 que integram o tier 1, que são os que fornecem diretamente à indústria automobilística e têm seus próprios fornecedores. A expectativa é alcançar 10% a médio prazo. “O objetivo do encontro foi para criar um grupo de trabalho para pensar em oportunidades para desenvolver os negócios e a região. Esses 47 fornecedores presentes são a elite da indústria automobilística em termos de tecnologia e capacitação. Hoje estamos em conversa com 38 fornecedores e vários deles estavam presentes. Nós já temos quatro confirmados”, afirma Luís Santamaria, diretor de Compras da FCA para América Latina. 

Apesar de não revelar as empresas confirmadas ou presentes, o executivo sinalizou para setores importantes para a produção da fábrica da Jeep de Goiana. “São segmentos significativos que vão dar ganho em termos de logística e produtividade e vão nos ajudar a maximizar o plano de desenvolvimento da região”, ressalta Santamaria. Ele ressalta que hoje 60% das peças consumidas no polo são locais, produzidas em Pernambuco ou em outras regiões do Brasil e as demais 40% são importadas. “Nosso objetivo é que a gente consiga localizar essas peças principalmente no estado para diminuir a dependência de fora. E isso ajuda em termos de flexibilidade e produtividade, traz mais capacidade para a planta”, complementa. 

No encontro, ainda foram apresentados os incentivos que os fornecedores podem ter ao se instalar em Pernambuco. “Cada empresa tem uma especificidade e apresentamos todos os benefícios. Agora vamos estudar o projeto para cada uma e entender em que região pode se adequar o produto dela. Vamos identificar um a um para ver porque podem ficar no dentro ou no entorno da planta ou até mesmo no interior do estado. Demos o pontapé inicial e agora vamos analisar as condições de cada um”, pontuou Bruno Schwambach, secretário de Desenvolvimento Econômico estadual. O próximo encontro do governo com potenciais investidores, em São Paulo, será em julho, com a indústria farmacoquímica.
Do Diário de PE


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados