Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Governo de Pernambuco divide pagamento do Bolsa Família em três grupos

04/04/2019

/ por casinhas agreste
Pagamento do 13º do Bolsa Família vai ser dividido em três grupos pelo governo 
Secretário Sileno Gomes explica que benefício será depositado nos meses de fevereiro, março e abril de 2020, de acordo com a data de nascimento dos beneficiários.
Por G1 PE e TV Globo

13º do Bolsa Família vai ser pago em três grupos a partir de fevereiro

O pagamento do 13º do Bolsa Família pelo governo de Pernambuco será feito em grupos, divididos entre os meses de fevereiro, março e abril de 2020, segundo o secretário estadual de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude Sileno Guedes. A divisão dos grupos é quadrimestral, de acordo com a data de nascimento dos beneficiários.

O programa é lançado oficialmente pelo governo estadual nesta quinta-feira (4), em cerimônia no Centro de Convenções, em Olinda. Atualmente, 1.178.450 famílias são atendidas pelo Bolsa Família, o equivalente a 35% da população do estado, segundo o governo.

O 13º do Bolsa Família, pago por Pernambuco, vai de acordo com a parcela que cada família recebe mensalmente, com teto de R$ 150. Ou seja, o grupo que recebe R$ 80, receberá o 13º no mesmo valor. Já os que recebem acima de R$ 150, permanecem recebendo apenas o limite estipulado para o pagamento.

Para o recebimento do 13º do Bolsa Família, o secretário explica que não é preciso qualquer tipo de documentação. "Durante o processo, a Secretaria de Desenvolvimento Social vai divulgar com as prefeituras como as pessoas vão receber o cartão pra receber o beneficio", afirma.

Quem nasceu entre janeiro e abril, deve receber o benefício em fevereiro de 2020. Já os nascidos entre maio e agosto, receberá em março, enquanto os que nasceram nos últimos quatro meses do ano, terá o dinheiro depositado em abril.

Nota Fiscal Solidária
As famílias que não recebem o valor máximo do benefício podem buscar o complemento para chegar a R$ 150 através do programa Nota Fiscal Solidária. Para ter acesso, é preciso colocar o CPF em todas as notas fiscais das compras feitas durante o ano.

Em fevereiro de 2020, os beneficiários receberão 5% de cada nota fiscal acumulada por todos os membros do grupo familiar. Assim como no 13º salário, o teto do benefício é de R$ 150.

A Nota Fiscal Solidária é válida para os beneficiários e dependentes que pagam imposto em alimentos, produtos de limpeza, vestuários ou medicamentos. Todas as compras devem ser feitas em feiras livres e mercados que possuam emissão de nota fiscal.

A apuração dos valores vale desde o dia 29 de março deste ano e vai até o dia 31 de janeiro de 2020. Durante esse tempo, os beneficiários poderão acessar os pontos acumulados no site da Secretaria da Fazenda do Estado.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados