Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Rede pede ao TRE desfiliação de Julio Lossio, candidato ao governo de PE


Petição foi recebida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco na noite da terça-feira (25). Lossio continua concorrendo ao governo estadual enquanto aguarda decisão judicial.
Por G1 PE

 Julio Lossio continua concorrendo ao governo de Pernambuco em caráter sub júdice 
O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) recebeu, na noite de terça (25), a petição protocolada pela Rede que pede a desfiliação de Julio Lossio, candidato ao governo do estado pelo partido. Na sexta (21), a legenda anunciou a decisão de expulsar o ex-prefeito de Petrolina do partido, após decisão unânime em uma reunião promovida pela Executiva Nacional da Rede, em Brasília.

O porta-voz nacional da Rede, Pedro Ivo, alegou que a decisão se deu por "infidelidade partidária" praticada pelo candidato. Segundo o TRE-PE, a desfiliação partidária de Julio Lossio pode implicar, também, na cassação do registro de candidatura dele nas Eleições 2018.

O pedido para a retirada do candidato da Rede passa por análise do TRE-PE e, caso seja aceito pelo órgão, o candidato ainda tem a possibilidade de recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Durante o processo de julgamento, Lossio continua concorrendo ao governo de Pernambuco em caráter sub júdice, ou seja, enquanto aguarda decisão judicial.

Procurado pelo G1, Julio Lossio classificou o caso como uma "agressão à democracia". "Eu acho isso uma agressão à democracia, ao direito das pessoas de fazerem suas escolhas e ao direito de receber apoios. Você vê que a Marina Silva recebeu apoio do Pedro Simon, que é do PMDB, e ninguém viu nenhuma infidelidade nisso. Ela recebeu apoio do Cristóvão Buarque, que é do PPS e tem a candidatura de Alckmin. Enfim, temos uma série de pessoas que votam em candidatos dos mais variados partidos e ninguém vê infidelidade nisso. Infelizmente, uma pessoa pegou um problema de ordem pessoal dele e transformou nessa confusão toda, porque induziu a Rede nacional ao erro", disse.

Entenda o caso
Em entrevista ao G1 na noite da sexta (21), o porta-voz nacional da Rede, Pedro Ivo, explicou que a expulsão foi motivada pelo fato de Julio Lossio ter aceitado o apoio de grupos ligados ao candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL).

Em nota publicada no site da Rede também na sexta (21), o partido justificava a desfiliação de Julio Lossio como infidelidade partidária "de acordo com a Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) e a Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/95)" e afirmava que Lossio "ainda viola os princípios e valores da Rede Sustentabilidade".

Também no texto, a legenda afirmou que "a decisão foi tomada após análise da defesa apresentada pelo político, que respondeu a processo ético disciplinar interno por realizar aliança não aprovada em Convenção Eleitoral com partido político adversário".

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados