Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Sem coronel Meira, Bolsonaro fica sem palanque em Pernambuco


Foto: Divulgação
Sem coronel Meira, Bolsonaro fica sem palanque em Pernambuco
Blog do Jamildo
    
Em mais um episódio que demonstra as suas dificuldades de conseguir uma estrutura política para a campanha, o deputado federal e pré-candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL-RJ) não terá mais um palanque em Pernambuco. O presidenciável contava com a candidatura do coronel aposentado da PM Luiz Meira (PRP) ao governo para encorpar sua campanha no Estado.

Nessa sexta-feira (27), o presidente estadual do PRP, José Ernesto de Paula, divulgou a decisão do Diretório Nacional da sigla de retirar a pré-candidatura do coronel após reunião na segunda-feira (23). Em uma carta endereçada ao diretório pernambucano, o presidente nacional do PRP, Ovasco Resende, cita a meta do partido de superar a cláusula de desempenho com a eleição de deputados federais para garantir a sobrevivência da sigla, que hoje não tem um só parlamentar na Câmara Federal.

Ainda segundo a carta, também pesaram na decisão o isolamento da candidatura de Meira, que não conseguiu o apoio de nenhuma outra legenda, nem mesmo do PSL, o baixo desempenho dele nas pesquisas contratadas e o custo de uma campanha ao governo. Éosegundo revés que Jair Bolsonaro leva do PRP, legenda que rejeitou uma coligação nacional com o deputado.

O presidenciável esperava contar com o general Augusto Heleno (PRP) para ser seu vice, mas a direção da legenda vetou a composição com o filiado. Ao Blog de Jamildo, o coronel Meira disse que não tinha sido comunicado da decisão e que consultaria o presidente estadual da sigla. Questionado sobre a carta que já tinha sido enviada para a imprensa, o coronel disse que não tinha tido acesso. “O que está certo é, se eu não conseguir juntar dois partidos que podem agregar, o PRP não tem como ir para uma eleição sozinho. Isso é lógico, não é loucura. Não é a vontade do coronel”, afirmou.

Ele mencionou que já possui toda uma estrutura para a eleição com escritório de advocacia, empresa de marketing e contabilidade. Até o jingle da campanha já foi produzido. O presidente estadual do PRP disse que o coronel já sabia das condições para a sua candidatura. “Eu passei a carta para a imprensa depois que eu falei com ele, e ele recebeu a carta. Ficou inconformado, é claro, porque está em campanha”, disse. O PRP realizará sua convenção estadual no dia 4 de agosto e articula junto com outras legendas menores, como o PRTB, a formação de uma chapinha para a disputa da Câmara.

Fiador
O ex-deputado federal Luciano Bivar, presidente licenciado do PSL, relativizou a retirada da candidatura do coronel Meira e citou que Bolsonaro não terá candidatos a governador em vários Estados. Para Bivar, o fato de não ter um palanque no Estado não terá impacto na campanha do presidenciável, mas disse lamentar a retirada da candidatura do militar.

“Não é só em Pernambuco não, em vários Estados ele não tem candidato a governador. Eu acho que a maioria deles ele não tem candidato a governador. A candidatura dele é a candidatura do povo, uma candidatura que vai chegar em Pernambuco, vai fazer o palanque dele, vai pedir votos para os deputados dele, daqueles que são candidatos pelo PSL”, afirmou. O pernambucano Luciano Bivar disse, ainda, que já imaginava a decisão do PRP pela questão da cláusula de desempenho imposta pela legislação eleitoral.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados