Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Governador Paulo Câmara quer apoio do ex-presidente Lula e do senador Humberto Costa



Não foi à toa que o governador Paulo Câmara aproveitou uma viagem que fez a Brasília na última quarta-feira para se encontrar reservadamente com a senadora Gleisi Hofmann, presidente nacional do PT. 

A pauta da conversa foi a eleição de 2018 em Pernambuco. O governador deseja disputar a reeleição com apoio do ex-presidente Lula, que é o maior cabo eleitoral do Estado. Mas para isto o seu partido (PSB) terá que estar coligado ao PT. 


Por sua vez, o senador Humberto Costa gostaria de disputar a reeleição no palanque do governador, única forma de renovar o mandato. 

Portanto, eventual aliança do PSB com o PT interessa aos dois lados, ainda que desagrade ao presidente regional petista, Bruno Ribeiro e à vereadora Marília Arraes, que já se colocou à disposição do partido para ser seu candidato ao Palácio do Campo das Princesas. Até agora, sempre que é questionado sobre esta aliança, o senador desconversa. 

Mas nunca deu uma declaração peremptória afastando esta possibilidade. Aliás, o caminho para esta aliança ficou desimpedido desde que o deputado Jarbas Vasconcelos declarou que não veta a presença do PT na Frente Popular. “Quer vir, venha”, disse o peemedebista.

A FORÇA DO LULISMO EM PERNAMBUCO - prova da força do “lulismo” em Pernambuco foi a eleição presidencial de 2014. No 1º turno, o PSB apoiou Marina e ela foi vitoriosa no Estado. No 2º, recusou-se a apoiar Dilma, que era candidata do PT, e marchou com Aécio Neves (PSDB). Pois bem, mesmo com apoio do então governador eleito, Paulo Câmara, o tucano perdeu para Dilma em Pernambuco por 70 x 30.

Fotos: Google.
Fonte: Folha de PE.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados