Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Homem que matou mulher e dormiu ao lado do cadáver é preso no Recife

Após matar amante com facada, homem é preso por feminicídio no Recife
O acusado confessou que antes de esfaquear a mulher, teria dado veneno para ratos a ela

De acordo com o delegado Breno Varejão, Roberto de Melo teria cometido o crime por causa de ciúmes / Foto: Divulgação/ Polícia Civil
De acordo com o delegado Breno Varejão, Roberto de Melo teria cometido o crime por causa de ciúmes
Foto: Divulgação/ Polícia Civil
JC Online

Um crime cometido por causa de ciúmes. Esse foi o resultado das investigações da Polícia Civil de Pernambuco sobre o assassinato de Josefa Severina da Silva Filha, 44 anos, que teve seu corpo encontrado em avançado estado de decomposição nessa quarta-feira (27), no bairro do Ibura, Zona Sul do Recife. De acordo com o delegado Breno Varejão, o amante da vítima, identificado como Roberto de Melo Bezerra, 47, confessou o crime e contou ter matado a mulher com uma facada no pescoço.

"Eles se conheceram através das redes sociais em junho deste ano e rapidamente passaram a manter um relacionamento, encontrando-se uma vez por semana. Em pouco tempo ele passou a gostar muito dela mas não se sentia muito seguro porque ela mostrava ter um relacionamento aberto, o que deixava ele com muito ciúme", detalhou o delegado responsável pela investigação.

Ainda segundo a polícia, Roberto, que era motorista de caminhão, teria premeditado o crime. Dias antes de matar a vítima ele teria entrado em contato com a família dela, e até mesmo com um homem de 70 anos com quem ela era casada. No dia do crime, por volta das 23h30 do dia 21 deste mês, ele a drogou com uma substância que pode ter sido veneno contra ratos, deixando ela entorpecida para cometer o crime.

"Ele deu uma facada na pescoço dela e chegou a dormir ao lado do corpo. No dia seguinte ele se livrou da faca usada no crime e fugiu para Alagoas, de onde ficou monitorando junto a família dele se o crime seria descoberto", explicou Breno Varejão. Depois que Roberto descobriu que o corpo foi achado, ele chegou a voltar para o Recife e acabou preso.



Para a polícia, o suspeito alegou que os ciúmes aumentaram depois que ele descobriu que ela era casada que tinha a intenção de se relacionar com outros homens. Roberto de Melo ainda teria dito que, no momento do crime, foi tomado por "um espírito ou energia muito negativa" que comandou seus atos.

O corpo de Josefa Severina da Silva Filha foi encontrado quase uma semana após o crime. A irmã do suspeito descobriu o cadáver na casa onde ele morava depois que começou a sentir um odor fétido vindo do local. O corpo estava parcialmente despido, usando apenas calcinha, e deitado na cama do suspeito.

Leia Também
Corpo de mulher é encontrado em estado de decomposição no Ibura
Mulher morta com tiro na cabeça em Prazeres
Acusado de matar mulher asfixiada é indiciado por feminicídio
Roberto de Melo foi autuado pelo feminicídio e ocultação de cadáver. O homem não tinha antecedentes criminais e, de acordo com a polícia, já tinha vivido dois relacionamentos sólidos, sendo, inclusive, viúvo de uma mulher que morreu de câncer.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados