Responsive Ad Slot

Últimas Notícias

latest

Pernambuco tem o julho mais violento desde o início do Pacto pela Vida

Marca de 447 assassinatos é a pior no período de julho desde a criação do Pacto pela Vida

Diego Nigro/JC Imagem
JC Online

Com 447 homicídios, julho deste ano foi o mais violento entre todos os meses de julho desde a criação do Pacto pela Vida (PPV), em 2007. Anunciado nesta terça-feira (15), pela Secretaria de Defesa Social (e como o JC adiantou na edição do último sábado), o crescimento com relação aos 380 assassinatos de junho representam aumento de pouco mais de 15,7%.

No ano passado, julho terminou com 346 homicídios, sendo a melhor marca a de 2012, quando foram notificadas 222 mortes violentas intencionais, ou metade do que foi observado no mês passado.


REGRESSÃO

O índice de 447 homicídios quebra uma sequência em que o número saiu de 551 mortes em março – o mais alto nos dez anos de Pacto pela vida – para 380 em junho. Os seis primeiros meses deste ano representam o pior primeiro semestre desde a criação do PPV: foram 2.876 homicídios, contra 2.063 registrados em 2016. A melhor marca aconteceu em 2013 – ano de melhores resultados do PPV – quando os primeiros seis meses terminaram com 1.601 mortes violentas intencionais. Somando-se os homicídios em julho aos seis primeiros meses deste ano, chega-se a um total de 3.323 assassinatos. Em sete meses, este índice já é maior que o registrado durante todo o ano de 2013: 3.100 pessoas vítimas da violência. Se a tendência for mantida, Pernambuco pode, pela primeira vez, no final de 2017, chegar à triste marca de 5 mil assassinatos em um ano. Em 2016 foram 4.479, um total que só não é pior que os 4.634 homicídios notificados em 2006.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Veja também
© Todos os Direitos Reservados