São João de Aroeras dia 23

NOTÍCIAS DA PARAÍBA

Água do São Francisco ainda tem obstáculos em Boqueirão e vazão que oscila, diz Aesa

Mesmo já estando na bacia do açude, água ainda está a 15 km do reservatório


Reprodução/TV Correio HD

    À beira de colapso, Boqueirão tem cerca de 3%

As águas do rio São Francisco continuam passando pela cidade de São Domingos do Cariri, no Cariri paraibano, e seguindo em direção ao açude Epitácio Pessoa, no município de Boqueirão. De acordo com os cálculos realizados por técnicos da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado (Aesa), até a manhã desta quarta-feira (12), faltavam 15 quilômetros para a chegada da água no reservatório.

De acordo com o presidente da Aesa, João Fernandes da Silva, ainda não há uma previsão de quando o reservatório começará a ser abastecido. “As águas do Velho Chico já chegaram à bacia hidrográfica de Boqueirão, mas ainda precisam vencer alguns obstáculos para encontrar a água que resta no açude. Existem muitos lagos no caminho e alguns tomam bastante tempo para ficarem cheios”, explicou.

Na terça-feira (11), na cidade de São Domingos do Cariri, um lago localizado na comunidade Poço do Matias levou aproximadamente 17 horas para transbordar e permitir que as águas seguissem em direção a Boqueirão. “Entre as manhãs de terça (11) e quarta-feira (12) a água percorreu apenas três quilômetros. E vale ressaltar que nós ainda contamos com ajuda da chuva na região de Caraúbas”, acrescentou João Fernandes.

A vazão da água do rio São Francisco na divisa entre Paraíba e Pernambuco, no Cariri paraibano, continua oscilando. Na terça-feira passada, a medição feita pelos técnicos da Aesa no Portal das Águas, no município de Monteiro, registrou 7.450 litros por segundo, mas nesta terça (11) era cerca de 5.800 mil litros por segundo


 Prefeitos da PB, RN, PE e CE prometem bloquear BR 230 em protesto no dia 5 de maio

Segundo Tota Guedes, a paralisação dos prefeitos pretende chamar atenção para "a real situação em que se encontram os municípios do Nordeste"
Mais política | Em 12/04/17 às 07h19, atualizado em 12/04/17 às 07h13 | Por Hermes de Luna 

Reprodução/TV Correio


Tota Guedes, presidente da Famup

Prefeitos da Paraíba, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Ceará estão mobilizando um protesto que promete interromper o tráfego na BR 230, no Cariri da Paraíba, no próximo dia 5 de maio. O presidente da Federação das Associações dos Municípios da Paraíba (Famup), Tota Guedes, afirmou que a pauta de reivindicações está sendo fechada em conjunto e trata de um movimento municipalista que pede um novo modelo do pacto federativo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Segundo Tota Guedes, a paralisação dos prefeitos pretende chamar atenção para "a real situação em que se encontram os municípios do Nordeste". A concentração será na localidade conhecida por Praça do Meio do Mundo, que fica na BR 230, próxima do acesso ao município de Monteiro (na região do Cariri paraibano).

O presidente da Famup disse que já confirmou a presença de prefeitos do Ceará, de Pernambuco e do Rio Grande do Norte. "Nossa pauta do dia 5 é a questão do pacto federativo, dos reajustes dos repasses para programas sociais, para que que os municípios possam toca-los, e a busca por um novo parcelamento do INSS, aos moldes que fizemos em 2015", explicou.

Para Tota Guedes, esses três primeiros meses das gestões municipais foram marcados por "cautela" dos prefeitos, que estão cuidando de colocar a máquina para funcionar novamente. "Num segundo momento, eles vão tocar as obras que já foram iniciadas e procurar manter e renovar os convênios com o estado e com o governo federal", disse.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-507

0 comentários:

Postar um comentário

Página inicial

AO VIVO SÃO JOÃO DE AROERIAS